William Thurston e a Matemática como Empreendimento Humano

Faleceu nesta terça-feira o professor William Paul Thurston (1946-2012), um dos maiores geômetras dos últimos 50 anos. Além de trabalhos pioneiros em diversas áreas da geometria, e recentemente em computação, Bill Thurston ficou particularmente famoso pela sua conjectura da geometrização, uma classificação dos espaços tridimensionais. Uma demonstração parcial da conjectura lhe rendeu a medalha Fields em 1982.


A conjectura recebeu interesse recente por ter sido resolvida por Grigori Perelman, resolvendo também a famosa conjectura de Poincaré, um dos problemas do Milênio. Perelman talvez tenha ficado mais famoso não pela solução de uma questão que permanecia em aberto a 100 anos, mas por ter recusado o prêmio de um milhão de dólares para quem resolvesse tal questão.

Mas hoje eu queria falar um pouco sobre Thurston. Não sobre a obra dele em particular, informações que você pode encontrar aqui ou aqui por exemplo. Quero falar sobre suas contribuições que transcendem a mera contribuição à matemática no que tange a solução de problemas e desenvolvimento de novas teorias.

Bill Thurston foi um dos poucos matemáticos de primeira linha que não só pensou sobre o que é fazer matemática como também discutia abertamente tais questões sem medo de ser encarado como um subjetivista. Particularmente gostaria de recomendar o ensaio sobre demonstrações e o progresso na matemática que discute a matemática não apenas por si mas como uma parte da cultura humana, um empreendimento coletivo e de importância para a sociedade e como o fato de ser um empreendimento humano afeta o modo como a matemática é feita. Apesar de ser especificamente sobre a amatemática acredito que a leitura revela muito sobre como refletir sobre todo o conhecimento humano, e consitui leitura indispensável a todos que se envolvem com a ciência de modo geral.

Também recomendo a pergunta de Thurston no MathOverflow sobre as diferenças entre o modo como se pensa sobre um assunto e o modo como explicamos a mesma coisa para as pessoas. O MathOverflow é uma página dedicada a perguntas de pesquisa em matemática, para que outras pessoas da comunidade lhe ajudem a resolver questões com as quais você esteja trabalhando. O fato de Bill Thurston ter contribuído com essa iniciativa já depõe a favor do seu caráter quanto a disposição em ajudar outras pessoas e sua humildade de ele mesmo fazer perguntas.

Assim, embora eu não tenha discorrido sobre a importância de suas contribuições à matemática, espero que fique claro que o mundo esta semana perdeu uma pessoa ímpar na comunidade científica. E que contribuir para o conhecimento humano vai além da pesquisa, que envolve também entender o que é a pesquisa.

Anúncios